Como é Feito o Transporte de Resíduos?

Veículo para transporte de resíduos deve ter sinalização específica

Para prevenir acidentes e minimizar os riscos que substâncias perigosas trazem ao meio ambiente e à saúde da população, o Brasil vem adotando ao longo dos anos uma legislação específica e rigorosa em relação ao transporte de resíduos por via rodoviária.

Primeiramente, de acordo com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), trata-se de produtos que representam riscos à segurança pública, à saúde das pessoas ou ao meio ambiente, de acordo com os critérios de classificação da ONU. 

Contudo, destinar corretamente esse material é responsabilidade de seus geradores. A legislação vigente no país detalha como deve ser feita a identificação e o transporte dos produtos perigosos, sua classificação, a sinalização externa dos veículos de carga, a documentação necessária para o transporte, os equipamentos de segurança e quem são os responsáveis em caso de acidentes, entre outros aspectos.

Transporte de Resíduos

Caminhões usados no transporte de resíduos adotam uma série de medidas de segurança. O veículo tem que estar em boas condições de manutenção e externamente precisa estar sinalizado com placas indicativas para mostrar o produto que carrega e seus riscos, por exemplo. Essa indicação é feita por painéis de segurança e rótulos de risco, que trazem números e símbolos indicando a classificação dos produtos transportados e seu enquadramento em uma das classes ou subclasses especificadas na Resolução da ANTT.

Caminhões usados no transporte de resíduos adotam uma série de medidas de segurança.

Contudo, os motoristas também são treinados para a condução de produtos perigosos. No transporte, por exemplo, ele deve levar a documentação com dados sobre a classificação da carga, o fabricante ou importador do produto, autorizações para circulação e informações de segurança para o caso de acontecer um acidente.

Além disso, faz-se necessário um kit de emergência pronto para ser usado em caso de acidente.

Classificação dos produtos perigosos

Pode-se dividir os produtos químicos perigosos nas seguintes classes:

1 – Explosivos;

2 – Gases;

3 – Líquidos inflamáveis;

4 – Sólidos inflamáveis; substâncias sujeitas a combustão espontânea; substâncias que em contato com água emitem gases inflamáveis;

5 – Substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos;

6 – Substâncias tóxicas e substâncias infectantes;

7- Materiais radioativos;

8 – Substâncias corrosivas;

9 – Substâncias e artigos perigosos diversos.

As classes apresentam subclasses como, por exemplo, os gases, subdivididos em três grupos: gases inflamáveis, gases não inflamáveis e não tóxicos e gases tóxicos.

Respeito a legislação e ao meio ambiente

Em suma, para que se garanta o tratamento de resíduos com cuidado e em conformidade com as leis e regulamentos, a Ambiental BR possui uma frota de caminhões totalmente nova, bem equipada, e certificada pelo Inmetro. Assim, prestamos serviços especiais no transporte de diversos resíduos líquidos para atender às necessidades de cada cliente. 

Além disso, a equipe é treinada e completamente capacitada, atuando também em situações de emergência. 

A Ambiental BR utiliza caminhões de alta tecnologia e sistemas de vácuo eficientes, fornecendo todo suporte para cada etapa do gerenciamento e transporte de resíduos.

Ademais,  garantimos um trabalho correto e completo. 

Ligue para a empresa e solicite um orçamento gratuito. 

Atendemos 24 horas por dia, 7 dias por semana, em toda Porto Alegre e região.